Tarot de Rua

                                               Tarot de Rua na Praça Mauá, no Centro do Rio de Janeiro

Ocupar espaços públicos com magia sempre foi um ato político, uma virgula na frase do cotidiano, um momento para renovar o fôlego, por isso nunca me ausentei da possibilidade de me assumir magista, muito menos um integrante de um movimento científico humano, a magia, que diz respeito muito mais ao cuidado do operador para consigo e com a manutenção de suas relações e ambientes que qualquer tentativa de levitar ou transpor a matéria como um fantasma nas fábulas. Acredito que sendo a magia parte da cultura humana e a cultura sendo um patrimônio público, decidi junto a minha parceira (que sem ela esse trabalho jamais estaria acontecendo, pois fui embebido em sua perspectiva arte-cidadã) torná-la um campo acessivel a comunidade transeunte desses espaços, ressignificando esses locais e trazendo vida e utilidades para além do tráfego. O tarot de rua é a ação de levar essa ferramenta de autoconhecimento a todos que queiram conhecê-la, uma oportunidade dentro do meu trabalho, que julgo íntegro, de entregar um bom primeiro contato com essa ferramenta, inclusive esse é o motivo pelo qual o pagamento pela experiência é uma contribuição consciente, com a intensão de viabilizar a possibilidade para mim e para o consulente sem extrapolar os limites da segurança financeira do trabalhador/desempregado brasileiro. Tarot é para todos, transcende idiomas conectando imagens ao coração de quem observa, é a linguagem universal entre o homem e os deuses, que os torna comuns em comunicação. Esse é meu trabalho, levar a igualdade entre pessoas e deuses.


Para sessões de tarot, acompanhamentos mensais com tarot, instruções magickas e encomendas de sigilos e servidores personalizados, entre em contato através do email: ocaosdesempre@gmail.com


 

Relato Oracular #2

O consulente me relatou um sonho que julgara estranho, relatava ter sonhado com um abuso sexual cuja sensação lhe ficou na carne e se manifestou como uma mau-estar durante um ato sexual seu com sua parceira, vindo a sua memória o sonho mas nenhuma lembrança viva ou factual sobre algo que lhe ocorrera durante seu passado/presente. Resolvemos investigar o sonho com o tarot, e durante a consulta muitas informações foram manifestas, incluindo afirmações sobre abusos durante sua infância. Da parte de diversos parente próximos, inclusive… Após a sessão, o consulente entrou em contato com sua mãe para lhe questionar se ela se recordava de algum ato hostil vindo dos parente aos quais o consulente se questionava. Sua mãe lhe disse que não, que não havia nada disso acontecido…

Conversando com o consulente com mais tranquilidade após a ligação, detectamos (e aqui que começa a dica) que o jogo baseava-se nas concepções de abuso determinadas pelo consulente dentro do seu código de moral, e não em um código simbólico comum alinhado com a sociedade…

(nunca se sabe como um toque ou um outro gesto irá ecoar em uma criança, suas experiências são digeridas em si com o que se tem de ferramenta para isso)

…mas que mantinha seu teor de necessidade de atenção e escavado o suficiente o assunto e levantados argumentos o bastante através do tarot, o consulente reuniu detalhes e conclusões para enriquecer sua sessão de terapia e lidou melhor com essa busca pela resolução do incômodo que lhe veio durante o ato sexual mencionado no começo deste relato.

Sobre o relato: O método que aplico nos acompanhamentos com tarot de forma alguma é terapêutico e substitui um tratamento com um psicólogo ou outro profissional da saúde mental. O que fazemos durante os acompanhamentos é escavar o território da mente de forma suficiente a levantar fatos e argumentos para facilitar a busca pelo autoconhecimento e enriquecer os diálogos durante os acompanhamentos terapêuticos oferecidos por psicólogos. Recomendo a todos, sem exceção, que busquem acompanhamento psicológico, pois terapia é um ótimo meio para se libertar dos traumas que adquirimos durante o processo de construção e fixação da nossa identidade, que durante esse percurso sofre inúmeros acidentes que abalam certamente a trajetória da nossa vida, julgando bem sucedidos ou não nossas vidas.


Contato via instagram é @unholyvictor ou por email no ocaosdesempre@gmail.com


Relato Oracular #1

O consulente certa vez perguntou ao meu tarot se ele seria contratado com um cargo acima do que ocupava dentro da empresa que havia sido contratado, e no momento apesar de não me recordar das cartas que saíram, me lembro bem da resposta ser bem assertiva quanto ao ENORME ~NÃO~ que as cartas diziam, normalmente é complicado dentro do nosso contexto de empatia dizer isso a uma pessoa tão empolgada, mas é sempre melhor saber previamente como lidar com a situação, principalmente sobre respostas negativas, visto que quando o “não” se revela, não é a porta da oportunidade que se fecha, mas a ânsia de resultado que tira das nossas costas 10 toneladas de preocupação.

Novamente o consulente veio até mim em outro momento, pelo menos umas 3 semanas depois ou mais. Dessa vez ele veio me contar que de fato não havia tido a possibilidade, inclusive, disse que até tinha conseguido uma conversa sobre seu chefe sobre a possibilidade e seu chefe fora muito prestativo pegando seu currículo e preenchendo uma ficha sobre a possível vaga, mas uma semana após isso, seu local de trabalho abriu a vaga e subitamente, sem que fosse contactado para passar pelo processo seletivo, já havia acontecido a escolha de uma pessoa de fora da empresa para ocupar a vaga que desejava. Após toda essa introdução, abri as cartas para o consulente e a pergunta era sobre quais as intenções de seu superior em criar a situação de conversa sobre a possibilidade da vaga, sendo que no processo seletivo nem havia sido mencionado como possibilidade, e a resposta foi “FORÇA (XVIII) – TEMPERANÇA (XIV) & EREMITA (IX)” e dessa configuração a resposta que me veio era a de que isso havia acontecido para que ele o mantivesse no controle, o mantendo isolado fazendo um “bom trabalho”, visto que em seu lugar de trabalho fazia mais que sua função o pedia, cobrindo as funções de seus colegas de trabalho que ocupavam vagas próximas das que pleiteava. Após o jogo, conversas em seu local de trabalho lhe surgiram contando exatamente o que o tarot o revelou, inclusive dizendo que em seu local de trabalho a vaga jamais seria dele pela necessidade de cumprir uma contratação dentro do perfil que o antigo funcionário que desocupou a vaga possuía.

Estando o consulente já preparado sobre a negativa da vaga, o mesmo já estava na busca de um novo trabalho, que o contemplasse de uma forma melhor, e isso aconteceu, seus planos já estão encaminhados e sua atenção foi focada nos pontos necessários sem quaisquer problemas por parte da ansiedade de conseguir uma vaga que de fato não seria sua.


Se tiver afim de acompanhar minha rotina e meus projetos, cola lá no meu instagram que é o @unholyvictor e se quiser conhecer também meu canal no youtube, é só ir no O Caos de Sempre (Canal) e ó, tem meu twitter também, lá to sempre postanto uma coisinha ou outra, lá também sou o @unholyvictor.

Se quiser uma consulta comigo, o instagram é o melhor lugar pra me contactar, ta bem? Se não tiver instagram a gente da um jeito, mas se puder, fala comigo lá (:

AH! SE INSCREVA AQUI NO BLOG E NO CANAL DO YOUTUBE, BELEZA?