Visões gerais sobre a pandemia de Covid-19 (Novo coronavirus) numa perspectiva magicko-estratégica e oracular

O uso de um oráculo deve ser sempre priorizado em momento em que a razão já é falha no meio em que se deve atuar. Na cabala temos o exemplo do Abismo de Daath ser correlacionado com a Razão que está ligada diretamente a subida (através do caminho do meio pela coluna da Sabedoria/Equilíbrio) de Tipheret que é o sacrifício da iluminação à Kether que é a sutileza pura e abstrata da divindade viva. Portanto, é importante que entre o processo de se sentir entusiasmado a tomar uma atitude eficaz e “divina” é importante analisar os fatos longe da razão que já se perdeu e analisar um pouco o que nosso inconsciente tem a dizer.
Decidindo agir, primeiro pergunte ao oráculo seus riscos, os pessoais, os oferecidos a terceiros próximos, aos terceiros distantes e à população do local da atuação de sua providência. Após mensurar minimamente estas condições vá estruturalmente de ponto a ponto, como neste caso, vamos da atuação psicológica individual, a psicológica coletiva, passando pela estrutural-social da base da pirâmide capitalista (sistema econômico do Brasil) e subindo até as camadas políticas, elitistas, baixo e alto clero até as empresas que são as “patroas” do Estado brasileiro (a consciência do Estado).

Sobre os riscos não farei leitura das cartas pois recomendo que sejam feitas por você mesmo, mas adiante farei leituras sobre as estruturas sociais da base da economia do país e sobre a política e a atuação e proliferação do vírus no tarot.

***Perguntas feitas ao tarot utilizando somente os 22 arcanos maiores (Tarot de Thoth – Aleister Crowley e Lady Frieda Harris)

  • Sobre a estrutura social da base da economia:

– Quais os efeitos da pandemia à população brasileira nos próximos 15 dias (levando em consideração o período proposto de quarentena pelo Ministério da Saúde do Brasil)?

II – A Sacerdotisa; XX – O Aeon; XIII – Morte

Independente dos véus que sejam levantados frente à nossos olhos, nada será capaz de limitar a luz refletida na lua, o tempo é sombrio e eu diria que até mesmo noturno, mas a noite somente guarda os medos dos que não estão dispostos a ouvir seus seres, a noite representa o momento de recuperação do corpo e da mente, de relaxamento e entrega de si a fragilidade física do sono, e de percepção da fragilidade humana, de entrega à essa fragilidade, não no intuito de desistir, mas de reconhecer as falhas para ponderar reforços. O tempo se renova e com essa pandemia o pensamento coletivo está sendo definido, o céu está aberto para ouvir os que falam com ele, mas os que falam somente entre si e para si estarão fadados a ficar para trás, pois a criança coroada está no trono, e desde então é dito que “os escravos servirão” (AL II, 58). A morte nos vigia dando a oportunidade de um fim ou de um recomeço, junto à criança-coroada deste novo tempo, assim vem a escolha, o livre arbítrio de fazer o que deve ser feito ou se opor a isso. É um momento de definição, o fim da polarização social está próximo, uns ficarão, outros se vão, o que é perpétuo nisto tudo? Você.

– Quais as maiores dificuldades desta camada social dentro deste período de 15 dias?

XIX – O Sol; XX – O Aeon; XVIII – A Lua

Tendo entre O Sol e A Lua o arcano O Aeon, fica escancarado que há um equilíbrio espiritual nesta camada em que é percebido que ali há um resguardo natural (da própria natureza), como quem diz que este problema não é desta camada e que apesar das situações anteriormente nefastas à condição humana, o vírus em si é um ato proposital para a histeria do velho aeon, o sol e a lua amparam o aeon dando a noção de ciclo, dito que dias e noites virão, mas tudo será como foi até que o pensamento do velho aeon pereça. As maiores dificuldades desta camada serão objetivamente aguentar os antigos do aeon passado se desencarnando para apagar os maus exemplos de suas luzes sobre a terra.

– Como deve ser feita a recuperação desta camada social?

XIV – Arte; XVIII – A Lua; XX – O Aeon

Dito que a única substância capaz de unir 2 separados é o amor (AGAPE), no laboratório da mente de cada um é necessário preparar sua bancada com seus instrumentos para a operação, Amor e Vontade serão a sutura e o curativo. É necessário que seja observada a fragilidade de si e do outro, reconhecendo isto seremos capazes de compreender que a luz não vem da lua, mas que ela é um espelho que direciona a luz sobre nós no momento em que o sol ilumina outros, ninguém foge da luz, pois quando menos se espera Khepri trás a barca solar com a luz da nova era, estejamos atentos para compreender que a luz virá, em tempo a luz virá.

  • Sobre a camada política da sociedade:

– O que esperar do Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel nos próximos 15 dias sobre o Covid-19?

IX – O Eremita; XX – O Aeon; V – O Hierofante

Distanciamento de tudo é o que acontecerá, uma sensação de ausência será percebida por todos e quem estiver desperto perceberá que o Eremita na verdade é o Hierofante, o iniciador que jamais foi iniciado, um farsante, que por trás de sua máscara de serenidade leva todos ao abate sob o argumento da benevolência sacrificadora e material.

– O que esperar do Governador de São Paulo, João Dória nos próximos 15 dias sobre o Covid-19?

XVII – A Estrela; XX – O Aeon; XII – O Homem Enforcado
Deixando fluir na direção de suas determinações, o governante está usufruindo do costume criado sobre suas decisões, não há novidade quanto à comportamentos, o sacrifício ja está anunciado e é dito que há algo por trás, um sacrifício “santo”, porém o benefício é pessoal e intransferível do governante, a população é somente o gado imolado.

– Qual o verdadeiro posicionamento da política nacional em relação ao combate à proliferação do Covid-19 e tratamento da saúde de quem depende do SUS dentro deste período de 15 dias.

VIII – O Ajustamento; IX – O Eremita; V – O Hierofante

Acredita-se que há um sistema muito bem gerido e organizado que trás conforto a quem o vê de cima e à distância e este movimento será mantido, pois seu trabalho é visto como o básico necessário, fazendo com que qualquer atitude coerente de quem tem “poder” seja algo passivo, pois muito é dito sobre resoluções, mas tudo faz parte de um teatro grego onde o coro e o corifeu utilizam as máscaras da tragédia para esconder seus sorrisos cômicos da plateia.

– O que a política nacional pensa sobre a proliferação do Covid-19 nas camadas mais baixas da sociedade (pensando na estrutura hierarquizada que se construiu neste país).

IV – O Imperador; 0 – O Tolo (O Louco); III – A Imperatriz

O impulso dos gestores sociais é acreditar que não se pode parar pois o trabalho que para se encerra, portanto todo movimento para se resguardar é manipulado em prol do trabalho, da continuidade frenética alimentada por uma “sabedoria” pseudo-divina (acredito ter conexão direta com a filosofia neo-pentecostal judaico-cristã que pauta a governança), observando sempre o povo como “ignorantes”, será necessário que o povo se cuide com o trato materno do próprio povo, pois está sendo priorizado o valor monetário daquilo que é sentimental, e no meio disto tudo, com toda nossa sabedoria, somos vistos como peões num tabuleiro de xadrez.

#covid19 #coronavirus #tarot

Caso queira conhecer mais sobre meu trabalho com o tarot, me envie um e-mail: ocaosdesempre@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s